<$BlogMetaData$/>
Peixe na rede Busca:
Arquivos:  Creative Commons LicenseEsta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons
e tem alguns direitos reservados.
1 de maio de 2009

Macumba

Pra você, minha prancha, escrevo esta canção.

A paz é o mar, perto da terra:
faixa branca seguida do verde.
A Natureza nos cerca, amena.
A mesma que, às vezes, se ergue no mar,
nada a fazer, senão se deixar levar.

Se levar pela onda do mar.
Onda que de repente nos engole.
Vem o silêncio...
Som surdo da morte a sussurrar.
O branco, o verde, o azul do mar e do céu
se fundem num homogêneo tom pastel.

Eu, você, o mar, a terra e o céu:
um ser único, indissociável
que, sendo imperfeito, explode ao léu.
Dissociado, é a terra, o firmamento,
o mar, o céu, você e eu nesse momento.
____
Escrito por Márcio Vinícius Pinheiro em 22/11/2000.
©2001
P
topo megafone carta clip lapis
Gostou do que leu? Salve e compartilhe.
Delicious Add Reddit Add to diigo Add StumbleUpon Add Google Technorati this blog
Página desenvolvida e mantida por
Márcio Vinícius Pinheiro.
Esta página é melhor visualizada com resolução de tela de 1024x768. Recomenda-se também a utilização navegadores que respeitam as normas do W3C, como o Mozilla Firefox e o Ópera.
Esta página é apenas uma pequena amostra do Peixena rede. Visite a página principal e encontre muito mais.
Se não encontrou o que queria, vá para página principal ou use o campo de busca no alto da tela.

PNR desde 2005